Última atualização em 12/07/2024 às 09:38:10

Com a implantação, prevista para abril do próximo ano, a expectativa é que o investimento beneficie os municípios de Canindé do São Francisco, Tobias Barreto e Poço Verde com geração de emprego para a região

Nesta sexta-feira, 7, o governador do Estado, Fábio Mitidieri, reuniu-se com representantes da Celeo Redes Brasil para tratar sobre a ampliação da segurança energética no estado por meio da implantação de uma nova linha de transmissão que conectará a cidade de Canindé do São Francisco ao município de Camaçari, na Bahia. A partir de abril do próximo ano, a construção gerará centenas de oportunidades de emprego nos municípios de Canindé, Tobias Barreto e Poço Verde, assim como dará continuidade aos avanços voltados à energia sustentável no estado.

A empresa arrematou o lote 6 no leilão 01/2023 realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em junho de 2023. Com um investimento estimado em R$ 1,2 bilhão, a nova linha de transmissão terá uma extensão total de 714 quilômetros, sendo que 355 quilômetros passarão por território sergipano. Entre os municípios beneficiados em Sergipe estão Canindé de São Francisco, Tobias Barreto e Poço Verde. A linha terá capacidade de 500 kV.

O projeto visa expandir o sistema de transmissão da área sul da região Nordeste e do norte dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, atendendo à crescente demanda de energia proveniente de empreendimentos de geração renovável, como usinas eólicas e solares. Sergipe, que será contemplado com aproximadamente 30% do traçado da linha, ganhará uma infraestrutura energética mais robusta, capaz de suportar e distribuir grandes quantidades de energia limpa e sustentável.

Para Fábio, fortalecer a infraestrutura energética de Sergipe é garantir maior segurança e confiabilidade no fornecimento de energia elétrica. “Com a nova linha de transmissão, o estado estará melhor preparado para enfrentar futuros desafios energéticos e atrair novos investimentos, impulsionando o desenvolvimento econômico e social da região”.

Mitidieri também destacou a importância da parceria com a Celeo Redes Brasil, enfatizando que a expansão da rede de transmissão é essencial para atender às necessidades crescentes do estado e contribuir para um futuro mais sustentável e inovador. “A expectativa é que as obras tenham início em breve, com previsão de conclusão nos próximos anos, consolidando Sergipe como um dos principais polos de energia renovável do Brasil.”

O investimento já está na fase de implantação e  a expectativa é que sejam gerados cerca de 400 empregos em Sergipe. “Somado a tudo isso, esse projeto também carrega a visão social e sustentável das empresas envolvidas. Quero agradecer ao Marcos e aos diretores que estão aqui conosco pela oportunidade de estar ajudando nosso estado. Através desse serviço da ampliação da linha de transmissão de energia, nós vamos poder implementar duas usinas fotovoltaicas aqui em Sergipe e, assim, gerar mais oportunidade de emprego e renda para nosso estado”.

Primeira fábrica de hidrogênio verde

Na mesma manhã, o governador Fábio também reuniu-se com os representantes do Projeto Touro Energia Limpa, Tiago Nascimento e Geraldo Soares Dias, para discutir a implantação da primeira fábrica comercializadora de hidrogênio verde no estado. A iniciativa prevê um investimento de R$ 2 bilhões para a construção de uma unidade fabril de um milhão de metros quadrados no povoado Touro, situado no município de Barra dos Coqueiros, região metropolitana de Aracaju.

O governador Fábio destacou que esta é mais uma demonstração do compromisso do Estado com a inovação e o desenvolvimento socioeconômico e sustentável sergipano. “Mais um avanço que o nosso estado conquista na geração de energia verde. Sergipe tem uma grande matriz energética e um potencial gigantesco na geração de energia limpa. Tem todas as condições climáticas necessárias que vão contribuir para gerar mais oportunidade de emprego e renda com sustentabilidade para nosso povo”, destacou.

Com previsão de início das operações em 2025, a fábrica pretende gerar 300 empregos diretos e 500 indiretos, contribuindo significativamente para o desenvolvimento da região. O diferencial da unidade será a total sustentabilidade, com a empresa Touro Energia Limpa comprometida em desenvolver as tecnologias necessárias e capacitar a mão de obra local para atender às demandas do projeto.

“Nós vamos trabalhar com o hidrogênio verde, implementando no estado essa indústria. Vamos montar também um parque industrial com vários subprodutos de hidrogênio, contando com o apoio do Estado e do governador para avançarmos nesse projeto”, disse Tiago Nascimento.

Contexto

No dia 12 de abril, gestores da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) já haviam recebido os representantes da Touro Energia Limpa para discutir a viabilidade do projeto. Na ocasião, o ‘Projeto Touro’ foi apresentado detalhadamente pelo proprietário da empresa, Tiago Nascimento, e pelo administrador Geraldo Soares Dias, para o secretário Valmor Barbosa e diretores da Sedetec. A ideia também é inserir o Projeto no Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI). A expectativa é que a iniciativa posicione Sergipe na vanguarda da produção de hidrogênio verde, alinhando-se às tendências globais de energia limpa e sustentável.

O secretário da Sedetec, Valmor Barbosa, pontuou as vantagens do empreendimento. “Estamos muito próximos do termoelétrica, onde tem energia farta e fácil. Também temos todos os produtos e itens necessários e todas as matrizes para a produção de energia”, afirmou.

O PSDI oferta incentivos – fiscal, locacional ou de infraestrutura – para estimular a implantação de novas indústrias. O programa é gerenciado pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), vinculada à Sedetec.

“A Celeo Redes, que irá implantar a linha de transmissão de energia, inclusive, já deu entrada no requerimento para a aquisição do PSDI, para que a empresa tenha o direito ao incentivo para implantação. Assim como no projeto Touro Energia Limpa, a perspectiva da Celeo e da gestão estadual é de gerar centenas de empregos e renda para os sergipanos”, destacou o presidente da Codise, Ronaldo Guimarães.