Última atualização em 20/05/2024 às 10:33:05

Imóvel localizado em Carira receberá, em breve, uma empresa do ramo calçadista

 

Um galpão industrial localizado no município de Carira, a 112 quilômetros de Aracaju, será reformado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia (Sedetec) e da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), para abrigar uma indústria calçadista. O contrato com a empresa vencedora da licitação que executará a obra foi assinado na manhã desta terça-feira, 26, na Sedetec.

De acordo com o secretário da Sedetec, Valmor Barbosa, a reforma do galpão e a chegada de uma nova empresa gerará emprego e renda para a região. “Demos um importante passo na viabilização de uma nova indústria para Sergipe no dia de hoje. Com um espaço reformado e adequado, será possível concretizar a chegada de uma fábrica calçadista para o município, que já tem uma tradição neste ramo”, apontou Valmor Barbosa.

O investimento do Governo do Estado para a reforma é na ordem de R$ 890 mil. A próxima etapa será a assinatura da ordem de serviço, prevista para acontecer na próxima segunda-feira, 02 de outubro. Com isso, a empresa terá até 120 dias para realizar todos os serviços necessários no galpão.

“Hoje é um dia muito importante para o governo do Estado e um marco para nossa gestão. Assinamos o contrato de reforma do nosso galpão, em Carira, com os recursos garantidos para toda execução do projeto pelo Tesouro. Esperamos que em, aproximadamente, quatro meses, tenhamos uma grande indústria calçadista, gerando desenvolvimento, emprego e renda para aquela região”, afirmou o presidente da Codise, Ronaldo Guimarães.

O galpão mede em torno de 3.800 metros quadrados. Entre os serviços a serem executados está a reforma de esquadrias e estruturas metálicas, reforma da recepção e guarita, melhoria nos sanitários, pintura, entre outros. O representante da Sollo Empreendimentos, Sérgio Saad, destacou na oportunidade as expectativas em cumprir com o projeto. “Estamos cientes das nossas obrigações e da responsabilidade da empresa e na expectativa de cumprir com mais esse projeto do governo do Estado.”