Última atualização em 17/05/2024 às 07:48:02

O investimento do Governo do Estado para essa reforma será de R$ 890 mil, com recursos oriundos do tesouro e já garantidos

A população de Carira, no agreste sergipano, recebeu com entusiasmo a reforma de um galpão industrial no município. A ordem de serviço para início das obras foi dada nesta segunda-feira, 9, pelo governador Fábio Mitidieri, e a obra já foi iniciada. Os serviços serão executados com recursos do Governo do Estado, sob supervisão da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia (Sedetec) e da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), e deverão durar 120 dias. A expectativa é que uma indústria calçadista se instale no local.

A diretora do Colégio Estadual Arco Fortes, Joana Martins da Costa, afirma que este era um momento aguardado por todos os carirenses. “A instalação dessa fábrica será um divisor de águas para a nossa região, porque temos em média três mil pessoas esperando para que esse momento aconteça. Esperamos ansiosamente que comece logo a funcionar”, apontou.

A merendeira escolar Gidelia Alves dos Santos parabenizou a iniciativa do Governo do Estado e afirmou que a vinda de uma fábrica na cidade de Carira levantará o ânimo da população. “O governador Fábio está cumprindo com o que disse ao ajudar o povo de Carira, e acredito que de agora em diante vai melhorar ainda mais”, agradeceu.

A recuperação e revitalização do galpão trará mais oportunidades para a população de Carira, como lembrou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, Valmor Barbosa. “O governador Fábio Mitidieri autorizou a reforma e, tão logo os serviços sejam realizados, teremos a possibilidade de gerar de 500 a mil empregos diretos naquele espaço”, pontuou.

O presidente da Codise, Ronaldo Guimarães, ressaltou que a reforma é um encaminhamento concreto do compromisso do Governo do Estado. “É um dia muito feliz para a gestão do governador Fábio Mitidieri, que, em dez meses à frente do Estado, assumiu esse compromisso e está honrando com sua palavra”, destacou.

 

Reforma e investimento

De acordo com Sérgio Saad, sócio-administrador da Sollo Empreendimentos – empresa responsável pela reforma do galpão, a expectativa é contratar, inicialmente, 80 pessoas para a reforma do espaço. “Na primeira fase, já estão contratadas 60 pessoas, entre elas moradores locais, fomentando o emprego na cidade, além de especialistas que vão cuidar da parte estrutural do galpão”, comentou.

O galpão será reformado para provável instalação da indústria calçadista, que assinou Protocolo de Intenções para a área em fevereiro deste ano. A Sollo Empreendimentos foi a empresa vencedora da licitação e, após a assinatura da ordem de serviço, terá até 120 dias para executar a obra que abrangerá o galpão e também as áreas no entorno.

O investimento do Governo do Estado para essa reforma será de R$ 890 mil, recursos oriundos do tesouro e já garantidos. O galpão mede em torno de 3.800 metros quadrados. Entre os serviços a serem executados está a reforma da recepção, guaritas, sanitários, setor médico, estacionamento coberto, reforma de esquadrias e estruturas metálicas, pintura, entre outros.