Última atualização em 17/05/2024 às 07:48:02

Obra visa melhorar o acesso e facilitar o tráfego na área industrial, que conta com 92 fábricas em funcionamento

O Governo de Sergipe está realizando o recapeamento de vias que dão acesso ao Distrito Industrial de Nossa Senhora do Socorro, na região metropolitana de Aracaju. A obra é realizada a pedido da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise), responsável pela área do Distrito Industrial, em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), e executada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura (Sedurbi), com investimento estimado em torno de R$ 600 mil, por meio de recursos do Tesouro Estadual.

Iniciada na última sexta-feira, 6, a obra prevê a correção de “borrachudos” (tipo de deformidade) e a pavimentação de quatro longas pistas de rolamento, com extensão total de sete mil metros quadrados. Além do recapeamento, o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER-SE) realiza também a Operação Tapa Buracos nas pistas. “Estamos trabalhando pela manutenção dos distritos existentes e de portas abertas para novos empresários instalarem indústrias em Sergipe”, lembrou o secretário de Estado do Desenvolvimento e da Ciência e Tecnologia, Valmor Barbosa

A intervenção asfáltica visa melhorar o acesso e facilitar o tráfego na área do Distrito Industrial de Socorro, que conta atualmente com 92 empresas em funcionamento. “Essa é uma ação que vai beneficiar a todos os industriais instalados no Distrito de Nossa Senhora do Socorro e também a comunidade do entorno dessa área industrial tão importante para o estado”, afirmou o presidente da Codise, Ronaldo Guimarães.

Segundo o secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura, Luiz Roberto Dantas, a pavimentação da área será importante tanto para as indústrias quanto para a população. “Nessa parceria, nós iniciamos a execução da obra na área, que mantém o funcionamento de várias indústrias e gera um anseio da população de Socorro, das pessoas que circulam por ali”, apontou.

Fotos: Alanna Molina (Ascom Sedetec/Codise)