O governador Jackson Barreto se reuniu, na manhã desta segunda-feira, 16, com representantes da empresa Vinci Partners, grupo vencendor do leilão da Aneel realizado em abril de 2017, para concessão da linha de Transmissão do Sertão, que irá abranger os estados de Pernambuco, Sergipe e Alagoas. Serão 200 km de linha de transmissão de energia, sendo 160 km em Sergipe, ligando a subestações de Jardim a Xingó. Na oportunidade, foi apresentado o projeto de construção e instalação da linha de transmissão de energia elétrica no território sergipano, o qual deve gerar mais de 600 empregos, além de favorecer o escoamento de energia elétrica pelo Nordeste.

“O governo se colocou à disposição para colaborar com o andamento das obras da Vinci em Sergipe. Chamei o diretor-presidente da Adema, Francisco Dantas, para dar andamento no estudo para a liberação da licença ambiental. Essa é uma obra que trará modernidade não só para Sergipe, mas para o Nordeste como todo. Além disso, ela será muito importante para o escoamento da energia que será produzida na Termelétrica de Sergipe. Então, o quanto antes ela for iniciada, será melhor para o sistema energético do país”, frisou o governador Jackson Barreto. 

De acordo Rodrigo Rocha, presidente do Grupo Vinci Partners, a linha de transmissão ajudará a reforçar o sistema energético do país. “Estamos em etapa do desenvolvimento dos projetos. Iniciando a fase de licenciamento ambiental que é uma fase crucial para podermos adiantar a construção da linha. Esperamos que, até o segundo semestre de 2018, possamos iniciar a obra, que deve durar em torno de 15 meses de execução”, explicou.

Acompanharam a reunião o secretário de planejamento e gestão, Rosman Pereira; o diretor-presidente da Codise, Eugênio Dezen, da Adema, Francisco Dantas e o superintendente do Banco do Nordeste, Antonio César. 

Fonte: Agência Sergipe de Notícias – ASN