“Fomos recebidos com tapete vermelho”. “Pesquisamos em diversos Estados, mas o programa de incentivo que ofereceu maior segurança jurídica foi o de Sergipe”. “Atendimento de excelência”. Foram com esses adjetivos que Robson Luiz Marcon começou seu depoimento sobre a experiência de prospectar e implantar uma empresa em solo Sergipano.

A Famossul é uma empresa paranaense que atua no segmento de madeira e produz, entre outros produtos portas e rodapés. Necessitando conquistar o mercado nordestino, a empresa se instalou no município de Estância. Possui infraestrutura distribuída em 34.000 metros quadrados de área construída, nas três unidades industriais. Nas duas Unidades Sul, no município paranaense de Piên, funcionam a serraria e preparação de madeira e ainda a fabricação de portas e componentes de madeira, rodapés e prateleiras. Na Unidade Nordeste, em Estância, funciona outra planta de produção de portas e componentes.

Prevendo inicialmente a contratação de 60 funcionários. Hoje, a empresa dobrou sua o quantitativo de funcionários em relação ao inicialmente previsto, possuindo 117 funcionários e com a perspectiva concreta de contratar mais 20 a 25 funcionários até meados do ano que vem. “existem negociações para expansão para os próximos dois anos” afirmou Robson Marcon, sócio da empresa.

Para o diretor executivo o PSDI foi determinante para a instalação da empresa no Estado Sergipe.

Este e diversos outros empreendimentos possuem a base sólida do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial – PSDI, política de desenvolvimento do Governo do Estado de Sergipe, operacionalizada pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe – CODISE, que vem se demonstrando fundamental para ampliar as oportunidades de negócio e emprego.

Ascom- CODISE