Última atualização em 17/05/2024 às 07:48:02

Agência Nacional de Elétrica (Aneel) promove leilão no próximo dia 30. A Taesa é uma das maiores empresas privadas do segmento

A Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise) recebeu o gerente executivo da controladoria da Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. (Taesa), Marcelo Trunquim, que buscou a Codise a fim de captar benefícios ofertados pelo Governo do Estado, através do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI), para participar de um leilão de transmissão de energia, promovido pela Agência Nacional de Elétrica (Aneel), no próximo dia 30.

A Taesa, uma das maiores empresas do setor privado em energia elétrica, está interessada no lote seis, com capacidade de 2.800 gigawatts, que passa por Bahia e Sergipe. De acordo com o gerente executivo da empresa, o lote necessita de um investimento de R$ 1 bilhão e 200 milhões, sendo que 30% do valor ficará para o estado. Além disso, durante o período de construção, cerca de 1.200 empregos diretos serão

gerados em Sergipe, em um período de 18 a 22 meses.

“Viemos estreitar as relações com a Sedetec [Secretaria do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologiae a Codise]. Este é um leilão muito disputado, portanto qualquer assistência que consigamos no Capex*, iremos ser mais competitivos”, pontuou Marcelo Trunquim, gerente executivo da controladoria da empresa.

O secretário da Sedetec, Valmor Barbosa, lembrou que é válida a participação da empresa no leilão e enxerga com bons olhos a visita dos gestores à Codise. “É muito importante que os empresários que querem investir em Sergipe conheçam os nossos benefícios e amadureçam suas propostas para que dessa forma tenhamos bons investimentos para o crescimento do nosso estado, como reforça a política do governador Fábio Mitidieri”, ressaltou.

De acordo com o presidente da Codise, Ronaldo Guimações, a Companhia apresenta todas as opções de incentivos fiscais que o estado operacionaliza. “Foi muito importante a visita do grupo Taesa e de outros que estão nos procurando. Precisamos criar um ambiente de segurança jurídica para que essas

empresas, que vão participar dos leilões, tenham essa segurança nos próximos passos que serão desenvolvidos”, disse.

A implantação dessa linha de transmissão possibilitará a transmissão de energia de Xingó, no município de Canindé de São Francisco/SE até Camaçari/BA, passando pelos municípios sergipanos Poço Verde, Tobias Barreto e Canindé, onde está localizada a nascente. De acordo com o diretor de Novos Negócios da Codise, Gibran Boaventura, a empresa já vem dialogando com a Companhia há mais de 30 dias, para alinhar solicitação do requerimento de adesão ao PSDI.

“É nossa missão dar todo o apoio e agilidade nas análises. Sergipe está de portas abertas para receber investimentos e o papel da Codise é atrair empresas e indústrias que gerem renda e desenvolvimento para o nosso estado. O próximo passo que daremos é enviar uma consulta à Sefaz [Secretaria de Estado da Fazenda] sobre o pleito”, destacou Gibran Boaventura, diretor de Novos Negócios da Codise.

Sobre a Taesa

Taesa é uma das maiores empresas da iniciativa privada de transmissão de energia elétrica no Brasil. A empresa é exclusivamente dedicada à construção, operação e manutenção de ativos de transmissão, com 13.211 km de linhas em operação e 1.918 km de linhas em construção, totalizando 15.129 km de extensão e 103 subestações.

*Capex em inglês quer dizer ‘Capital Expenditure’, traduzida como Despesas de Capital ou Investimentos em Bens de Capitais