Última atualização em 17/05/2024 às 07:48:02

Santana do São Francisco recebeu a 20ª edição do programa

O ‘Sergipe é aqui’ chegou a mais uma cidade sergipana nesta quinta-feira, 25. Em sua 20ª edição, a caravana itinerante do governo desembarcou em Santana do São Francisco, município do baixo São Francisco sergipano. Os santanenses que compareceram ao evento puderam conhecer as atividades desenvolvidas pelos órgãos vinculados à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec).

Atento às potencialidades do município para o desenvolvimento de ações sustentáveis, o Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec) esteve presente nesta edição, apresentando à população a diversidade de sua atuação. Entre os destaques, foram realizadas apresentações de hidrogênio verde e maquete de uma usina eólica, ressaltando a importância de fontes de energias limpas e renováveis. Além disso, foi demonstrado um filtro de filtragem lenta da água para o tratamento eficiente dos recursos hídricos.

A analista de energias renováveis do SergipeTec, Graziela Monteiro, detalhou as informações apresentadas na maquete. “Trouxemos dois tipos de energias renováveis: a energia solar e a energia eólica, com a miniatura do Parque Eólico. Os aerogeradores funcionam através da força do vento, transformando em energia elétrica. A geração desses dois tipos de energia renovável contribui ainda para o protótipo de hidrogênio da minha colega ao lado”, completou.

Pesquisadora do SergipeTec, Amanda Gonçalves explicou o processo realizado pelo protótipo da produção de hidrogênio por meio da quebra da molécula da água. “É chamado de hidrogênio verde porque esse sistema funciona com energia elétrica gerada por fontes renováveis e já é utilizado em diversos processos industriais”, apontou.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, Valmor Barbosa, enfatiza que o ‘Sergipe é aqui’ é um programa muito importante do governo, que tem a finalidade de trazer os serviços para mais próximo da população. “Os cidadãos que não podem se deslocar até a capital conseguem ter acesso aos serviços em sua cidade, porque o governo transfere a capital para o município por um dia. Nós, enquanto Sedetec, procuramos apresentar nossas ações nas mais diversas áreas e oferecer serviços importantes para a população da localidade por onde o projeto passa”, declarou.

Outras ações

O município, conhecido por seu artesanato de barro, também recebeu orientações sobre esse material. O Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS), atento a essa demanda, apresentou informações sobre a argila, fornecendo, inclusive, análises químicas do mineral. O ITPS também disponibilizou análises de solo e orientação quanto à importância da verificação periódica de balanças comerciais.

Assim como em edições anteriores, a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise) disponibilizou sua equipe para prospecção de novos negócios. Além disso, o órgão divulgou os incentivos estaduais ofertados por meio do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI), com possibilidade de incentivo fiscal, oferta de área no Estado e cadastramento prévio do empreendedor.